"Espiritismo não é a religião do futuro, mas o futuro das religiões". ...Leon Denis

"O espiritismo é toda uma ciência, é toda uma filosofia.Quem desejar conhece-lo seriamente deve pois, como primeira condição,submeter-se a um estudo sério e persuadir-se que mais do que qualquer outra ciência, não se pode aprendê-lo brincando" Allan Kardec

"Se a religião recusa caminhar com a ciência, a ciência avança sozinha."... (Allan Kardec)

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Mediunidade, quem é Médium?


 
A mediunidade quando não é orientada para os caminhos do bom senso, pode turvar a vida e ser instrumento de perturbação geral. A mediunidade em harmonia pode fazer grandes coisas. A educação mediúnica pode começar no simples modo de falar aos outros, transmitindo brandura e alegria, amor e caridade em todos os atos da vida

Qualquer conquista humana exige esforço, dedicação, estudo, perseverança. O desabrochamento de uma faculdade mediúnica e seu aprimoramento, também necessitam de educação, esforço, disciplina e aquisição de valores morais e espirituais.

A mediunidade à luz da Doutrina Espírita exige orientação disciplinadora, séria e esclarecida, para evitar ciladas e enganos, perigos e dissabores que a invigilância, a indisciplina e o despreparo  podem gerar (médiuns de aparências).

O desabrochamento de uma faculdade mediúnica se faz através de diferentes fases que o médium deve previamente conhecer para colaborar conscientemente com as entidades espirituais que orientam o seu desenvolvimento

É importante que o médium não procure na mediunidade um objetivo de simples curiosidade, de diversão ou de interesse particular ou por medo. Mas encará-la como coisa sagrada que deve utilizar para o bem do semelhante, sustentada na elevação moral e no estudo sério e edificante.

Na primeira fase do desenvolvimento, o médium de evitar qualquer pretensão vaidosa de supor-se capaz dos grandes feitos mediúnicos, que Espíritos inferiores e levianos assumam o predomínio de sua mediunidade e não se percam assim os frutos que ela poderá oferecer.

O médium que se educa espiritualmente e amadurece a sua faculdade através dos esforços, estudo e disciplina moral, passa a ser assistido pelos bons Espíritos que o preservam das ciladas do mundo invisível. Os bons médiuns são raros, por falta de uma educação e de uma orientação segura. A faculdade mediúnica é delicada e necessitam de acuradas precauções, perseverantes cuidados, método, aspirações nobres e a conquista de uma cobertura espiritual de caráter elevado.

O ambiente da prática mediúnica deve ser seguro, organizado, sério para evitar o perigo de um falso desenvolvimento em que predominam as viciações, E ainda os condicionamentos, os automatismo, as falsas concepções do que sejam os Espíritos Guias, as mistificações e a obsessão.

 

FUNÇÃO DOS MÉDIUNS

 

Não há mais nobre, mais elevado encargo do que participar do trabalho de propagação da verdade e progresso da humanidade sob a inspiração de espíritos da verdade, que nos incitam à luz e à perfeição, este é o papel da mediunidade, a não ser que consideremos a mediunidade como passatempo, desencargo de consciência. Imaginemos que se ajudarmos através de nossas percepções,  por exemplo em uma sessão de desobsessão trabalhando como médium doutrinador (mediando com os irmãos desencarnados que ali estejam chegando) :  

três Espíritos por reunião 

01 ano tem 52 semanas x 3 = 156

10 anos tem 520 semanas x 3 = 1560

20 anos tem 1040 semanas x 3 = 3210

30 anos tem 1560 semanas x 3 = 4560

Isto na Reunião mediúnica e se levarmos em conta aqueles que podermos ajudar no dia a dia, afinal somos médiuns as 24 horas do dia, se apenas com um sorriso podemos tornar o dia de alguém melhor,por que não fazer? Amigos assim estaremos em constante evolução e eterno trabalho mediúnico.
Sendo assim queridos amigos, somos todos médiuns prontos a ajudar , amparar e compreender que o outro é tão importante como somos para nós mesmos.
Fiquem em PAZ !!!

Um comentário:

Pedro Nóbrega Pinaud disse...

Muito bom o texto, Dudu! Adorei!!!
Mesmo sabendo que, na maioria das vezes, a mediunidade é uma forma de repararmos erros passados (dívidas com a nossa própria consciência) de maneira mais rápida - isto quando ela é usada pela caridade junto ao bom senso e ao discernimento -, devemos agradecer aos céus, à Espiritualidade, ao Nosso Pai Maior, por essa dádiva, esse pequeno Dom Divino que nos foi emprestado para a edificação do bem!!!
E como consta nos escritos sagrados, devemos dar de graça o que de graça recebemos!!! Pois a caridade é fazer o bem, sem olhar a quem, e sem querer nada em troca, nem mesmo reconhecimento! Eita tarefa difícil! Mas não é impossível!!! "E vamos à luta!"
Forte abraço, meu irmão!