"Espiritismo não é a religião do futuro, mas o futuro das religiões". ...Leon Denis

"O espiritismo é toda uma ciência, é toda uma filosofia.Quem desejar conhece-lo seriamente deve pois, como primeira condição,submeter-se a um estudo sério e persuadir-se que mais do que qualquer outra ciência, não se pode aprendê-lo brincando" Allan Kardec

"Se a religião recusa caminhar com a ciência, a ciência avança sozinha."... (Allan Kardec)

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Reencarnar para que?


Esquecer o sofrimento passado para conseguir começar novamente é um dos motivos que levam uma pessoa a pedir para reencarnar. Outro motivo comum é a tentativa de acabar com ódio e as desavenças que possamos ter com outras pessoas promovendo um reconciliamento entre almas. Os laços familiares são o melhor remédio para curar o ódio. O amor familiar é o remédio. É o exemplo de duas pessoas que se odeiam e nascem irmãs. Ou uma mulher que tem como filho seu pior inimigo na vida passada. Nem sempre o amor materno ou o amor entre irmãos consegue resolver o problema do ódio. Por isto vemos casos de mães que não amam seus filhos como deveriam, de irmãos que brigam como se realmente fossem grandes inimigos. É uma oportunidade de melhorar e evoluir que cada uma destas pessoas está jogando fora. A vida é apenas um mecanismo para solucionar este tipos de problema. O ideal mesmo seria aprender a perdoar com sinceridade os erros e as ofenças que as outras pessoas cometem conosco e com isto não seria necessário passar por todo este processo.

Existem pessoas que pedem para reencarnar com o objetivo de ajudar o próximo. É o caso da esposa que ama muito um marido cheio de defeitos. Em outra vida ela terá como filho o próprio marido para que, durante a vida, possa orientá-lo e guiá-lo para um caminho melhor. É o caso do homem que nasce como irmão de um grande amigo que precisa crescer espiritualmente, e para isto acaba contando com a ajuda do irmão que o acompanha pela vida.

Ao retornarem poucos espiritos conseguirão se recordar das vidas passadas. A última vida que se teve é a mais presente e fácil de recordar. As demais ficam como vagas lembranças. Isto é ótimo para pessoas que ainda não estão maduras para visualizar o passado sem se deprimir. Apenas espiritos elevados tem acesso ao conhecimento das vidas passadas. Por isto não é recomendável tentar conhecer o que se foi ou o que se fez nas vidas passadas pois ter acesso a estas informações pode não ser algo agradável.

Muitas vezes as Colônias espirituais por onde passamos mantém registros de nossas vidas passadas e se for permitido é possível ter acesso a estas informações para facilitar as lembranças.



Existem grupos de espiritos que se mantém unidos por muitos e muitos séculos já que nascem e morrem sempre formando uma mesma familia. Com isto estes espiritos se ajudam no processo de evolução dos demais.

Ao reencarnar o espirito mais evoluídos podem escolher que tipo de problemas poderão ter durante a vida para que possam corrigir de forma sólida os defeitos que possuem. Temos relatos de pessoas que escolhem nascer com determinadas doenças que desde cedo a impedirão de levar uma vida pouco sadia. É uma forma eficiente de acabar com vícios que são levados com o espirito como o fumo, as drogas, o alcoolismo, a gula compulsiva, o sexo compulsivo, e outros exageros do corpo. Muitas vezes somente com o sofrimento é que podemos corrigir problemas que estão solidificados em nossa alma.

Todos nós só estamos aqui na Terra porque temos defeitos a superar e virtudes a adquirir. Você também pode desejar reencarnar para adquirir uma virtude como por exemplo: Fé, Esperança, Caridade, Prudência, Temperança, Justiça, A Força. E isso pode ser desenvolvido ao enfrentar determinados problemas durante sua vida. O aprendizado vivido fica eternamente impresso em sua alma e jamais é esquecido.

É importante lembrar que as pessoas só podem escolher detalhes de sua reencarnação quando estão abrigadas em colônias ou em postos de socorro. Antes de tomar qualquer decisão estas pessoas adquirem informações, estudam e são preparadas para o cumprimento de sua missão na Terra. Pessoas que vivem no Umbral em total ignorância e descontrole sobre sua vida não tem esta opção. Espiritos que tem merecimento para isto chegam até a visualizarem como serão enquanto estiverem vivos. Junto a técnicos especializados podem até escolher as combinações possíveis de corpo em relação aos pais que terá e quais doenças e características poderão ter durante a vida para melhorar seu processo de aprendizagem.

As colônias possuem departamentos ou prédios onde são atendidos as pessoas que desejam reencarnar. Cada caso é estudado detalhadamente por espiritos especializados. As filas de interessados é grande e nem sempre sua solicitação é aceita. Por isto a vida é uma oportunidade, um privilégio importante que deve ser aproveitado ao máximo para correção de feitos e construção de virtudes. Não é a toa que o suicidio e o aborto são os piores crimes que se pode cometer.

Existem espiritos que pedem para encarnar simplesmente por gostarem mais da vida na Terra do que a vida no plano espiritual. Outros pedem para reencarnar para esquecer. Outros para consertar erros passados, outros para corrigir defeitos internos, outros para adquirir experiência e vivência, outros para aprimorarem virtudes.

É comum um estado de ansiedade e medo nos espiritos que estão se preparando para reencarnar. Existe o medo de perderem-se em meio aos prazeres proporcionados pela matéria, se desviando do objetivo principal de sua vinda. Tem medo de serem seduzidos por caminhos mais fáceis ou prazeirosos da vida, quando sabem que o caminho da evolução é dificil de ser seguido e muitas vezes não é nada prazeiroso ou fácil.

Antes da fecundação podem ocorrer o encontro do futuros país com o espírito do filho que irá nascer. Os pais, durante o sono, são levados em espírito até a colônia de onde partirá o filho. Normalmente é um encontro alegre e feliz, principalmente quando os espiritos já se conhecem e são amigos. O mesmo não ocorre quando são inimigos. As vezes os pais querem se recusar a receber o filho.

Ocorrendo a fecundação o espirito passa a acompanhar a mãe gravida. Aos poucos a ligação que une o espirito ao feto vai se tornando cada vez maior. A entrada do espirito no corpo ocorre exatamente no momento do nascimento. É ai que ocorre o processo de esquecimento do passado.

No caso de aborto natural ou provocado o espirito retorna para a colônia e para o departamento especializado em reencarnação onde será verificada a situação. Pode ocorrer o retorno do espirito para a mesma familia ou para outra familia dependendo de cada caso. Como tudo é um aprendizado, o aborto natural pode ser uma aprendizado para os pais e para o espirito que iria reencarnar. O espirito não sofre e não sente qualquer dor durante o processo. O aborto provocado é um erro grave dos pais, dos médicos envolvidos e uma aprendizagem para o abortado. O espirito não sente dor mas sente a rejeição, a repulsa dos pais, mas logo é socorrido. Infelizmente existem casos em que o reencarnante fica revoltado com os pais que provocaram o aborto. Estando revoltado fica impossível o trabalho de resgate e ajuda dos socorristas e o espirito nutrido de ódio passa a perseguir e atrapalhar a vida dos pais. Enquanto houver ódio fica díficil fazer alguma coisa para ajudar. E os pais acabam sofrendo pelo mal que plantaram.

Se todos entendessem a vida como ela realmente é, ou seja, um mecanismo de aprendizagem passageiro do espirito materializado, certamente chorariamos no nascimento e fariamos uma festa na morte de um amigo ou familiar.




3 comentários:

Zel mendonça disse...

Hoje, diante de toda problemática que envolve a vida humana e os sentimentos de humanidade, sou obrigada a baixar minha cabeça diante de tantos erros cometidos e como não dizer, me sentir muito envergonhada, quando diante de um BOM ESPÍRITO, sou reconhecida pelo registro de vidas passadas! Mas tem um outro lado bem legal, onde reconheço o quanto avancei e o quanto ainda desejo de coração fazer muita diferença no meio em que vivo, fazer a diferença em se tratando de comparação do que ESTAVA SENDO há 5 anos atrás e do que hoje AINDA me proponho a SER E MELHORAR. Esse matéria só vem reiterar que a cada dia, cada acordar me sinto mais leve e o débito diminue em função do meu querer ainda ser latente no dia de hoje. Sou feliz quando olho no que sentia há duas semanas atrás e no quanto ainda preciso me retorcer, me sentir doer a alma, mas tendo a CERTEZA ABSOLUTA que é apenas OUTRA FASE de aprendizado. É uma possibilidade sermos felizes e é fato o avanço espiritual. É maravilhoso termos uma crença que nos torne devotos da fé que o que fazemos teremos em bonus para um reconhecimento, mesmo que mínimo. O Trabalho mediúnico me trouxe e traz alegrias e me mostra o quão pequenina ainda sou e que existe algo que me fascina e é sempre novo "APRENDER". Estou feliz e sou feliz.

Pedro Nóbrega Pinaud disse...

Muito bom o texto! Saber que não estamos aqui por acaso conforta e nos dá forças para vencer os obstáculos! Não renuncio diante das dificuldade pois, apesar de me motivar com as vitórias, é com as dificuldades que aprendemos... tipo "na marra!".
Esses dias, um colega da minha sala me pediu dinheiro emprestado para almoçar. Prometi ajudá-lo, fui ao banco trocar o cheque de minha avó e tive a surpresa da assinatura estar rasurada! Aí, falei que não tinha o suficiente pra dois almoços, mas que poderia dividir um lanche com ele. Ele recusou, e um amigo que estava conosco perguntou porque ele não almoçava em casa, já que morava ali perto... a resposta dele era que não gosta de comer em casa, que qualquer momento longe da família é um alívio! Tentei convence-lo que ele quem escolheu passar por tal dificuldade! Que ele não devia fugir assim... Ele se diz espírita, mas não entendeu!
Acabou que ele conseguiu dinheiro de outra forma.
Isso só me comprova que se nossos irmãos podem ser nossos maiores companheiros e amigos, tanto quanto inimigos! Cabe a nós amá-los para que eles nos amem e consigamos reparar conflitos que possam ter existidos em vidas passadas. Quem sabe?!
Amei o texto, Dudu! Me esclareceu muita coisa!
E Zel a cada semana que te vejo, só noto mais amor, mais fé, mais compaixão e beleza em seu olhar, eu seu abraço, em você!
Amo vocês meus amigos, meus guias!

tiobino disse...

Zel,nao abaixe a cabeça,levate-a,nao sinta vergonha,o reconhecimento de erros de vidas passadas,ja faz muita diferença. O pouco tempo que a conheço,parece que sao centenas de anos de convivencia,uma afinidadae tao grande que sinto como se realmente fosse seu tio bino.Temos muito que aprender,é verdade,mas já demos alguns passos(pequenos na verdade)mas,para a frente.procurando melhorar sempre. A Fé,a Esperança e o Amor em CRISTO e a nossa crença na imortalidade,que nos faz reencarnar,é porque enquanto a alma ainda impura,voltaremos a esta vida de amarguras,que nada mais é do que um filtro onde são separadas nossas más ações maus pensamentos,deixando passar somente aquilo que nos fará crescer espiritualmente até não precisar-mos reencarnar mais.Daqui a séculos.Confiemos em CRISTO.



~